CONHEÇA NOSSO BLOG
03Out
mulher loira segurando uma pasta em frente a estante de arquivos e sorrindo

Tradutor juramentado: saiba tudo sobre a profissão!

Compartilhe!

O tradutor juramentado é responsável por emitir a versão de um documento para outra língua em repartições públicas. Isso é, a passagem da escrita em seu idioma original para outro no qual será aplicado. Por conta disso, os documentos que mais necessitam desta são aqueles que comprovam fato irrefutável. Ficou confuso? Continue a leitura deste artigo que preparamos para conhecer mais acerca do exercício do tradutor.

Tradutor juramentado: quais são os diferenciais do profissional?

O tradutor juramentado também pode ser chamado de “tradutor público”. Esse profissional é capacitado para expedir documentos regularizados na língua portuguesa ou estrangeira. Devido a isso, o trabalho desempenhado por ele é orientado pela Junta Comercial após aprovação do tradutor em concurso público.

Nesta medida, dois pontos devem ser evidenciados. O primeiro trata a respeito da habilitação do tradutor. É ideal que ele seja autorizado para atuar com a língua nativa ou outra. Assim, um tradutor pode ser aquele indivíduo que possua certificado que identifique a conclusão da graduação de Letras com enfoque em tradução, por exemplo. Contudo, cursos também são oferecidos na área para conceder mais agilidade ao processo de formação do profissional.

Já o segundo, compreende que todo documento que já tenha sido timbrado pelo tradutor juramentado seja validado como oficial. Com isso, uma vez que a fé pública tenha sido admitida pelo tradutor, não existe necessidade de conduzir o certificado ao cartório ou outra repartição para que seja validado.

Concurso

O concurso público é o primeiro passo para que o tradutor possa ingressar na área juramentada. Trata-se de uma prova onde os candidatos são testados em três ou mais fases. A periodicidade de organização dos concursos costuma ocorrer em razão da demanda, ou seja, depende de quantas pessoas estão habilitadas para atuarem como profissionais da área na região. Ademais, para realizar a prova o participante deverá ter idade igual ou superior a 21 anos.

O concurso pode seguir diversas definições, que serão regidas pela Junta Comercial da região. Um dos modelos já aplicados considerou três etapas para a conclusão da prova. A primeira, exigia uma tradução. Ou seja, foi necessário converter um texto do inglês, ou outra língua especificada anteriormente, para o português. A segunda, trata-se de uma versão. Diferente da anterior, nesta o tradutor precisou emitir um modelo de documento a partir de um texto em português.

Por fim, a entrevista. Como o próprio nome já diz, são perguntas referentes a um determinado assunto. Servem, basicamente, para identificar a visão e as considerações do candidato.
Portanto, tradução, versão e entrevista compreendem a parte escrita do concurso para tradutor juramentado. Já a oral, trata-se da leitura em voz alta de um texto na língua estrangeira requerida.

Verticalização da profissão

Algo importante a se destacar a respeito da profissão de tradutor é a verticalização da profissão. Embora muitas pessoas não compreendam, existe uma grande lacuna entre ser denominado intérprete e tradutor.

O primeiro, dedica sua atenção apenas a parte falada. Em outras palavras, isso quer dizer: pronúncia, concordância, implementação de sentido na frase, dentre outras questões. Por outro lado, o tradutor será responsável por considerar toda parte escrita. À vista disso, suas funções estão interligadas, essencialmente, à escrita como um todo.

Depois de definir esta distinção fica mais fácil entender a verticalização da profissão. Como o tradutor juramentado, antes de passar por concurso, possui a habilitação para atuar como tradutor comum, ele pode conceber traduções simples. Contudo, o tradutor técnico, por sua vez, a exemplo do intérprete, não pode realizar traduções juramentadas. Afinal de contas, para que a fé pública de um documento seja admitida ele precisará ser emitido por um tradutor que tenha sido aprovado mediante concurso público.

Como funcionam as atividades do tradutor juramentado?

Depois de já termos falado sobre o concurso e a dinamicidade da atuação do profissional, vamos às atividades. Basicamente, o tradutor juramentado é responsável por cuidar de documentos pertencentes a diversas classes. Ou seja, não existe um assunto específico que será tratado a menos que haja necessidade de priorizá-lo. De tal forma, o conteúdo variado contribui para que o tradutor se posicione como um grande pesquisador em seu dia a dia e se aproprie de diversas visões.

Os principais documentos que são orientados para atividade de tradução são:

  • atas de reuniões;
  • passaportes;
  • certidões (nascimento, óbito e casamento);
  • histórico escolar, certificados escolares e diplomas;
  • peças de sentenças judiciais;
  • procurações.

Solicite o serviço de tradução com a Lítero!

Gostou do nosso artigo que tratou sobre o tradutor juramentado? A Lítero é uma empresa que se preocupa em fornecer o melhor serviço de tradução em todo o Brasil. Para facilitar que o serviço chegue até quem necessita, usamos o e-mail como um dos nossos recursos. Além disso, nossos tradutores são especializados em diversos idiomas: Inglês, Português, Espanhol, Francês, Italiano, Alemão, Russo e muito mais! Faça seu orçamento conosco e verifique as melhores condições de tradução juramentada para você!

Não deixe de acompanhar, em nosso blog, outros artigos com temas semelhantes a este. Lá estão:

Posts RecentesCategoriasTags