CONHEÇA NOSSO BLOG
12Fev
Na imagem, uma noiva tirando foto no ponto turístico de Las Vegas. Veja como funciona o casamento no exterior!

Casamento no exterior: o que resolver antes da viagem?

Compartilhe!

Casamento é momento de festejar junto com amigos e familiares algo inesquecível para o amor. Para outros pombinhos mais sonhadores, o objetivo é realizar um casamento no exterior. Por se tratar de uma cultura diferenciada em cada país, a cerimônia pode ganhar novos significados dependendo da região. E quem não quer construir um dia único e memorável para celebrar o amor? Entretanto, a mesma diferença cultural pode trazer outros obstáculos. Para esclarecer dúvidas acerca do tema, incluindo a temida parte burocrática, acompanhe a leitura deste artigo até o final!

O que você precisa saber antes de realizar casamento no exterior?

Escolha do destino

O primeiro passo para realizar um casamento no exterior é escolher o destino que mais combina com o casal. Dentre os mais concorridos, destacam-se:

  • a inconfundível Las Vegas e suas capelas temáticas, com covers de celebridades como Elvis;
  • as ruas memoráveis, sofisticadas e cinematográficas de Nova York, Los Angeles e, ao outro lado do oceano, Londres;
  • culturas diferenciadas e carregadas de história podem aperfeiçoar o casamento no exterior, o que acontece na Índia, Indonésia, Turquia, África do Sul, Grécia e, para quem não enxerga problema em longas escalas e voos, Japão, China e Coréia;
  • aos pombinhos apaixonados por praia, sol e verão, destinos como Havaí, Ilhas Maurício e Maldivas ou Caribe entram na lista;
  • para um casamento dos sonhos, recheado de memórias da infância, os parques do Walt Disney World são ideais.

Planejamento da viagem

Agora que já escolheu o destino para o casamento no exterior, você precisa contratar uma empresa especializada no serviço para ajudar a diminuir os trâmites. Além da organização do casamento em si, existem outros pequenos detalhes relacionados à viagem que precisam de organização. Por exemplo:

  • os convidados precisam passar uma média de quatro dias no país. Tempo necessário para resolver urgências em aeroporto, conhecer as redondezas e descansar para o casório;
  • os noivos precisam chegar antes dos convidados. Não só para conhecerem a região, mas para se certificarem de que tudo está nos conformes.

Comemorações

Dependendo da cultura local, você pode começar a planejar a ornamentação e todas as atividades relacionadas ao casamento no exterior ainda no Brasil. Não só pode, como deve! Defina local, horário, possíveis atrações locais, etc. Isso pode ser resolvido facilmente com uma empresa especializada no assunto. Entretanto, se o orçamento não estiver tão alto, você pode realizar uma cerimônia mais simples, desde que integrada às belezas nativas e outras aventuras memoráveis do país.

Casamento no exterior é válido no Brasil?

Realização

Sim, o casamento no exterior é, por lei, aceito no Brasil. Entretanto, para ser agregado a ele todos os trâmites jurídicos, é preciso abrir dois requerimentos. O primeiro, no consulado brasileiro ainda no país de escolha, o casamento deve ser registrado.

Posteriormente, já na cidade onde o casal vive no Brasil, os documentos devem ser entregues no Cartório de 1º Registro Civil, no prazo de até 180 dias desde a volta ao país.

Casar-se no exterior e declarar-se solteiro no Brasil é uma prática de falsidade ideológica, considerada crime. Bem como casar-se novamente sem solicitar e assinar o divórcio também é expressamente proibido. Portanto, tem-se entendido que o casamento no exterior é válido e gera mais trabalho, mas é válido quando a experiência fica registrada para sempre na vida do casal e dos convidados.

Burocracia

Conforme citado acima, o casamento no exterior gera uma burocracia mais extensa. Afinal, órgãos do Brasil e do país de destino são envolvidos. Por mais que o registro seja feito em consulado brasileiro, existem obstáculos locais que vão demandar outro tempo para solucionar o caso. Em geral, para o registro oficial em ambos os países, alguns dos documentos necessários são:

  • certidão local de casamento;
  • comprovação da nacionalidade e identidade brasileira do(s) cônjuge(s);
  • formulário de registro de casamento assinado pelo declarante;
  • outros documentos comprobatórios em casos de cônjuge estrangeiro, casamento anterior, etc.

Tradução para certidão de casamento

Para um casamento no exterior sem dores de cabeça, é preciso que todos os documentos estejam em mãos e devidamente traduzidos – aqueles que possuem a necessidade. Por exemplo, para apresentar a certidão de casamento no Brasil é necessário que haja a tradução juramentada. Bem como para realizar outras atividades no exterior que necessitem da comprovação do casamento realizado no Brasil, a tradução se faz obrigatória novamente.

A Lítero pode lhe ajudar a traduzir a certidão de um casamento no exterior ou realizado no Brasil. Para ambos os casos, você pode contar com nossos serviços de tradução juramentada no RJ, serviços de tradução técnica e muito mais que uma agência de tradução de qualidade pode oferecer. Visite nosso blog para mais artigos exclusivos e entre agora mesmo em contato!

Posts RecentesCategoriasTags